domingo, 25 de outubro de 2009

Fones de ouvido

Suas bocas se movem como quisessem dizer-me algo - provavelmente ralhar comigo, gritar, criticar.
É só isso que sabem fazer, afinal.
Mas não importa. Eles não conhecem meu segredo.
Mal sabem eles que ecoa incansavelmente na minha cabeça uma melodia agradável que serve de barreira às palavras ásperas que eles me dirigem.
Minha boca é a única que não se move.
Meus olhos estão fechados e não importa nada além daquela suave melodia ecoando em minha mente.
Queria que todos eles falassem uma outra língua, diferente da minha (particularmente, acho meu desejo justo: todos eles são estrangeiros, de qualquer forma. Suas origens e seus caminhos diferem dos meus de uma forma impressionante - quase assustadora).
Queria um idioma que só eu entendesse, para poder gritar a plenos pulmões tudo aquilo que guardo em mim (num lugar bem menos nobre do que o cedido às doces melodias).
Queria não entender o que eles dizem, deixá-los matar-se sozinhos e ficar viva, mas não posso.
Não posso porque sei o que se passa.
E sei que, por mais que hajam divergências (e há. Muitas!), por algum motivo louco e até injusto, sou igual a todos eles.
E o que faço, então? Ouço apenas o que julgo necessário - mesmo já tendo aprendido que não sei o que é necessário.
Cabe à mim seguir cantarolando mentalmente música atrás de música, e ter os fones presos à orelha tão frequentemente quanto possível, como fossem os fones um amuleto, e como fosse eu supersticiosa.

7 comentários:

Loh Toledo disse...

Obrigado pela visita em meu blog *--*

gostei bastante do seu texto, bem assim filosofico!

sabe eu gosto do seu lay, uma coisa simples, e que deicham as palavras em evidencias ><

bj

Babizinha disse...

Acho que seria muito fácil parar de ouvir tudo o que nos remete o mal, mas não dá. Vivemos nesse redemoinho; roda-gigante...

Concordo com a moça aí de cima, tem todo um ar filosófico.

;*

Isadora disse...

audição seletiva.
adoro.
OIEOIHAOIE

Bárbara disse...

Hm, gostei. Mas se você quiser pode contar alto, você canta bem. Mas se resolver desafinar, aí eu serei obrigada a usar meus fones, também. xD

João Pedro disse...

hoho. (só para mostrar que li mesmo)

Lily disse...

Muito bom seu texto. Realmente ficou bem filosófico.

Beijos.

Jesus disse...

Gostei do texto, mas não tenho muito o que falar dele.
Beijo fica na sombra xD.