domingo, 6 de setembro de 2009

Caminhos diferentes.

Nunca fui com a cara daquelas meninas. Nenhuma de nós duas, na verdade. Nunca fomos com a cara delas. Sempre cheias de risinhos e falsa simpatia, sempre prontas para falar mal de nós quando não estávamos por perto.
E um belo dia, admito, me distanciei dela. Fui em busca de novos horizontes, novas melhores amigas, quem sabe? Estávamos começando a trilhar caminhos diferentes.
Me doía um pouco saber que nos distanciávamos: era a primeira vez que sentia isso em anos de amizade. E pior: sabia que a culpa era minha.
Num outro dia, - este já não tão belo assim - combinei de sair com amigos mais recentes, todos anseando por novos horizontes e caminhos diferentes.
Foi quando ela cruzou meu caminho. Assim, como quem viaja para longe e volta um dia, ela pareceu estar de volta à minha vida. De volta aos meus horizontes, de volta ao meu caminho.
Mas não. Haviam aqueles risinhos em torno dela. Aqueles mesmos risinhos que tanto criticamos. Eu a vi de braços dados com a falsidade personificada. Assim, em praça pública, como se não fosse constrangedor.
Naquele momento foi como se uma parte de mim tivesse sumido. Logo minha melhor amiga?! Com aquelas pessoas que sempre consideramos de um universo paralelo ao nosso - com a graça divina, aliás. Como isso era possível?
Quem havia mudado nessa história? Eu tinha certeza de que mantivera meu caráter e minha personalidade intacto. Não soube o que fazer. Não lhe ofereci um sorriso aquele dia, nem nunca mais.
Às vezes sinto falta de uma pessoa com quem compartilhei a infância, mas que posso fazer? O tempo é assim mesmo, desgasta os sentimentos pouco a pouco. Quando você se dá conta, está sendo igual aos que criticou outrora.

3 comentários:

Lilly disse...

Ficou muito bom o seu texto também. Adorei!

Beijos.

Helen Karoline disse...

aah eu adorei, ta lindo menine *-* perder amizades é triste, já vivi coisas assim! hoje nos vemos todos os dias mas nem sorrisos trocamos! as vezes sinto faltam, mas outras vezes acho melhor, ela não servia mesmo pra mim!
ta otimo o texto!
beijos :*

[http://myown-rainbow.blogspot.com/]

Cecília disse...

espero que não esteja falando de mim...